Archive for the 'Bases de Dados' Category

Como importar apenas algumas variáveis de microdados no SPSS

Recebemos a seguinte pergunta:
É possível importar apenas algumas variáveis de um microdados em TXT para uma nova base do SPSS?

Resposta:
É possível. Para tanto será necessário rodar a syntax GET DATA e indicar quais variáveis deseja importar.

A Syntax GET DATA é a seguinte:

GET DATA /TYPE=TXT
/FILE="C:\Users\Thiago3\Desktop\pns_2013_microdados_2015_08_21\Dados\DOMPNS2013.txt"
/ENCODING='Locale'
/FIXCASE=1
/ARRANGEMENT=FIXED
/FIRSTCASE=1
/IMPORTCASE=ALL
/VARIABLES=
/1 V1 10-12 F2.0
V2 1-1 F1.0
V3 33-36 F4.0
V4 55-59 F9.0.
DATASET NAME Conjunto_de_dados1 WINDOW=FRONT.

Se você não tem muita familiaridade com a linguagem do SPSS é preciso verificar a imagem abaixo:
12242260_10153248275723443_911915363_n

 

 

 

 

 

 

Thiago Sampaio

Pesquisas da Presidência da República

secom

Vocês sabiam que a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República realiza periodicamente pesquisas de avaliação do Governo? O melhor de tudo é que os relatórios já estão disponíveis para consulta.

No site da SECOM já estão disponíveis alguns relatórios das pesquisas quantitativas (CATI e face a face) e das pesquisas qualitativas (grupos focais). Destaco o excelente nível e detalhamento dos relatórios.

O que vocês acharam? Que tal escrever alguns bons artigos ?

Abraços e até a próxima!

Max Stabile

Importando múltiplas bases de dados com R

arquivosem um sóQuem nunca enfrentou aquela pasta em seu computador cheia de arquivos de texto para serem transformadas em uma só base de dados? Sim. Todo mundo por aqui já teve esse dilema ou é muito provável que um dia vá enfrentar algo semelhante.

Durante os dias de festa eu finalmente achei inspiração para lidar com todas aquelas bases de dados sobre do Tribunal Superior Eleitoral. A causa de minha relutância em por minhas mãos em tais  bases era simplesmente o de evitar problemas com arquivos grandes e mal-arranjados de puro "txt". De fato, parece que não tem como escapar de problemas de codificação e malformação de arquivos de textos. Quanto maior o arquivo, maiores as chances de conter problemas com caracteres, delimitação dos campos e etc.

Continue lendo... “Importando múltiplas bases de dados com R” »

Como importar os microdados do Censo da Educação Superior no R

ineprTentando solucionar a dúvida de um leitor que postou um comentário aqui no Metodologia Política, me deparei com uma situação nova, de fácil solução, mas que pode dar um pouco de dor de cabeça até descobrir o caminho das pedras. Trata-se de um problema de encode com os dados do Censo da Educação Superior.

Como o INEP disponibiliza os dados do Censo da Educação Superior com dicionários para o SPSS e para o SAS, tentei importar esses dados utilizando as funções; fwf2csv() desenvolvida por Marcos F. Silva, parse.SAScii() e read.SAScii.sqlite() desenvolvidas por Anthony Damico, e todas retornavam uma mensagem de erro.

Continue lendo... “Como importar os microdados do Censo da Educação Superior no R” »

Microdados no R - Parte 2

Dando continuidade na análise de grandes bases de dados, este post utilizará os conhecimentos obtidos no post Microdados no R - parte 1 para criar tabelas com os dados do censo demográfico para os anos de 2000 e 2010. A maior curva de aprendizado que deve ser superada para trabalhar com os dados do censo esta relacionada a capacidade computacional de trabalhar com milhões de linhas. Acreditamos que a partir do primeiro post e desdequalquer pessoa com conhecimento mínimo em R pode trabalhar com bases de dados de milhões de linhas, utilizando seu computador pessoal.

Veja o vídeo Trabalhar com Microdados usando o R - parte 6

Baixe o código script.R.importar.microdados.v2.R

Dúvidas? Comentários?

 

Um abraço e até a próxima!

Roney Fraga

Novidades no CIS - Maio de 2013

260991_100000616046518_1105430267_q

Confira as novas bases de dados disponíveis no Consórcio de Informações Sociais

Departamento de Sociologia e PET Ciências Sociais - Eleições Municipais em São Paulo, 2012.

   Banco de dados produzido pelo departamento de Sociologia e o PET Ciências Sociais, ambos da USP. Resultado de pesquisa de opinião realizada por alunos da graduação de Ciências Sociais no período de março de 2012 na cidade de São Paulo. O banco possui variáveis sobre intenção de voto, avaliação de governos e partidos, participação política, confiança nas instituições, entre outros. O tamanho da amostra é de 1.138 casos e possui 234 variáveis.

Continue lendo... “Novidades no CIS - Maio de 2013” »

Microdados no R

microdadosrA disponibilidade de bases de dados cresce exponencialmente, enquanto a capacidade dos pesquisadores em Ciência Política em trata-las não acompanha o mesmo ritmo. Isso fez e tem feito com que muitos estudos e pesquisas sejam feitas com dados de outras pesquisas, que muitas vezes são de outras áreas. Afinal, quem nunca “pegou emprestado” uma tabela com alguns dados de um artigo interessante?  Pois bem, mas que tal aprender a trabalhar e a tratar as bases na sua origem? Ter a confiança, riqueza e a precisão que sua pesquisa merece?

O processo de entender e acessar essas bases de dados não é trivial, demanda um conhecimento mínimo de software estatístico e da organização dos arquivos que compõem as bases de dados. Este post é para aqueles que já conhecem o R (entenda) e pretende ajudar o leitor a acessar os microdados do IBGE e INEP. Se você está acostumado a trabalhar com o SPSS, clique aqui.

Continue lendo... “Microdados no R” »

Orçamento Federal – Siga Brasil

siga_brasil_azulQuem nunca teve a curiosidade de pesquisar o orçamento brasileiro? Entender como as emendas ao orçamento feitas pelos parlamentares são executadas. Quais são as emendas executadas e para quais lugares são executadas. Ou ainda, será que houveram alterações orçamentárias nas pastas ministeriais nos últimos anos? Mais ainda: FHC , Lula e Dilma Rousseff possuíam “prioridades orçamentárias” distintas?? Enfim, milhares de perguntas e estudos interessantes podem ser feitos com o orçamento. E o número de artigos no Brasil sobre o tema cresce cada vez mais.

Continue lendo... “Orçamento Federal – Siga Brasil” »

Novidades no CIS - Fevereiro de 2013

260991_100000616046518_1105430267_q

Série Datafolha Eleições 2008

              Dando continuidade à publicação de pesquisas eleitorais do Datafolha, no mês de fevereiro de 2013 o CIS publicou 10 Bancos de dados sobre as eleições municipais de Salvador em 2008. Eles são resultado das pesquisas de intenção de voto realizadas pelo Instituto Datafolha entre julho e outubro de 2008 na capital baiana, cobrindo primeiro e segundo turnos. Os bancos possuem variáveis que possibilitam analisar, por exemplo, as intenções de voto de acordo com o sexo, idade, escolaridade, renda familiar, ocupação, partido, entre outras categorias. Além dos microdados, foram publicados no CIS os respectivos questionários e livros de códigos de cada pesquisa.

Um dos bancos da série pode ser acessado aqui.

 

Resumo Analítico sobre Legislativo do período 46-64

          Neste mês publicamos também o Resumo Analítico do Banco de Dados CIS0339: “Proposições legislativas (leis e projetos de lei) apresentadas e aprovadas durante o período 1946-1964”.  Este documento consiste num pequeno exercício, elaborado por nossa equipe, com os dados do Banco doado por Sérgio Braga, da UFPR. Nele procuramos mostrar algumas das muitas possibilidades de análise com os bancos disponibilizados no site do CIS.

O documento pode ser acessado aqui.

Continue lendo... “Novidades no CIS - Fevereiro de 2013” »

CIS - Consórcio de Informações Sociais

260991_100000616046518_1105430267_qUma boa fonte de dados é o Consórcio de Informações Sociais, ou simplesmente CIS. O site é mantido pela Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais (ANPOCS) e o Departamento de Sociologia FFLCH/USP, mantido pelo CNPq.

O CIS possui diversas bases de dados interessantes em diversos temas e o mais importante: ele permite que qualquer pesquisador envie a sua base de dados para que ela se torne pública. Para poder fazer o download das bases basta fazer um cadastro.

Portal do INEP (EDUDATA BRASIL)

INEP

Atualizado em 13/01: O Portal está fora do ar.  =[

Saúde, Segurança e Educação. Três dos grandes problemas brasileiros que a Ciência Política raras vezes enfrenta para valer. No post passado, falei sobre como encontrar os dados de Saúde. O desafio agora são os dados da Educação.

O principal órgão responsável por disponibilizar dados sobre a educação brasileira é o INEP, na página EDUDATA BRASIL.

Continue lendo... “Portal do INEP (EDUDATA BRASIL)” »

Portal do DATASUS

Saúde é apontada por diversas pesquisas, junto a Segurança e Educação, como um dos principais problemas brasileiros. Políticos em campanha sabem disso e sempre se aproveitam para criticar a (falta de) gestão da saúde do opositor. Mas, minha impressão é de que às vezes a Ciência Política se esquece de trabalhar com estes grandes problemas brasileiros. E não é por falta de dados.

O Portal DATASUS do Ministério da Saúde há muitos anos fornece uma extensa base de dados sobre informações de saúde em nível municipal e estadual.

 

Continue lendo... “Portal do DATASUS” »

Portal IPEADATA

O IPEA não é só fonte de dados e pesquisas. Mas organizou também o IPEADATA, um excelente Portal com vários dados de várias fontes diferentes. O Portal é absolutamente impressionante. Provavelmente vários bancos de dados que você tanto procura estarão por lá.

 

Continue lendo... “Portal IPEADATA” »

Saiba como abrir no SPSS e Excel banco de dados em formato texto

Na maioria das vezes, aquela base de dados que você tanto deseja se encontra em formato texto (.txt ou .csv). Aí surge aquela dúvida: como eu faço para abrir essa base em um programa mais amigável como o SPSS ou Excel? Aqui você encontrará os passos necessários para não temer mais os microdados em *txt.

Continue lendo... “Saiba como abrir no SPSS e Excel banco de dados em formato texto” »

Como unir arquivos de texto em um só arquivo

Comentei no post sobre o Repositório de dados do TSE que parte da simplicidade do site também é uma complicação. Por exemplo: se for necessário fazer uma análise ao longo do tempo, você precisará realizar o download de cada arquivo e depois agregá-los em um só arquivo. Para alguns dados os arquivos estão muito separados, como por exemplo: partido e UF.

Nosso colega Éder Gimenes da UFSC está enfrentando este problema e postou no Facebook: “[...] encontrei no site do Tribunal Superior Eleitoral a página com informações sobre o número de filiados em partidos políticos no Brasil atualmente, informação imprescindível pra minha pesquisa do Doutorado. O problema é que tenho que baixar 810 arquivos pra verificar os valores, já que as listas estão divididas por partido (30) e unidade da federação (27). [...]”

Como eu já enfrentei o mesmo problema, compartilho aqui no Blog a solução em quatro etapas (apenas para quem tem windows instalado).

Continue lendo... “Como unir arquivos de texto em um só arquivo” »