Mendeley: organização de PDFs, leitura de textos, citações e bibliografia

logo-mendeleyLer no papel pode ser bem mais confortável.  Mas não adianta, tenho certeza que cada vez mais, boa parte das publicações que você leu no papel você as achou em um formato virtual e as imprimiu. E o problema que fica é: após acumular dezenas ou mesmo centenas de artigos científicos ou e-books, como encontrá-los?  Cada arquivo possui uma nomenclatura distinta: uns aparecem com nome do autor e título, outros só com o título, outros só com o autor, outros com o nome da revista e edição, outros com uns números mágicos... o céu é o limite. Pesquisar por palavras? Não ajuda muito: várias respostas. Pesquisar por autor? Ele é citado em vários outros artigos. Organizar por pastas? Em que pasta eu guardei mesmo aquele texto do ano passado...?

Seus problemas acabaram! Como? Gerenciadores de bibliografia! Eles resolvem muito bem esse tipo de problema. Nesse post, apresentaremos algumas das funcionalidades do Mendeley.

O software possui uma versão gratuita com dois gigas de espaço livre e outras versões com 5 ou 10 gigas e ainda uma versão sem limite de armazenamento.  Por que usar o Mendeley?

1. Leitura: o software é excelente para leitura e para anotações acadêmicas, permitindo marcar os textos, fazer comentários nas margens, entre outras funcionalidades (sim, acredite, se você imprimia os textos apenas para anotar, já que no Adobe PDF Reader você não fazia isso, agora sua vida mudará para sempre);
Mendeley I2. Acesso em nuvem: Descarregando um arquivo no Mendeley, você pode acessá-los de qualquer lugar do mundo.  Fazendo login no site do programa, você tem acesso a todo o seu acervo e o texto ainda vem com suas marcações e seus comentários (se você já passou pelo traumático problema de perder seu pendrive ou seu computador e todos os arquivos de sua pesquisa, você nunca mais passará por isso);
3. Referência bibliográfica: O Mendeley possui um plugin para o Microsoft Word que gera a referência bibliográfica nos seus textos, em vários formatos distintos. Com poucos cliques, a citação do seu texto é gerada no Word. Procurar o texto, anotar os campos da citação e digitar a referência? Coisa do passado. (Podemos até considerar este post como uma continuação do primeiro post sobre formatação de trabalhos científicos).

Entrando no site do Mendeley, basta escolher a opção “Sign up & Download”, preencher campos como nome, sobrenome,  e-mail e baixar o software. Ao abri-lo, o primeiro passo é adicionar um arquivo. Ao adicionar, observe que a direita da lista de texto aparece uma espécie de lista catalográfica,  com campos como título, autor, data de publicação, edição, volume e etc. Adapte o tipo de publicação ao texto adicionado (os mais comuns são journal article e book) e preencha manualmente informações que o programa não tenha lido.

 

Mendeley II

Entendendo o programa

Mendeley III

Ficha catalográfica

 

 

Ao clicar no texto, abrirá uma nova aba, onde você poderá ler, destacar e comentar. O destaque do Mendeley (que imita o velho pincel marca-texto) são suas gradações, que vão desde tons pasteis até tons escuros, permitindo hierarquizar os destaques. Basta clicar com o botão direito para surgir a opção “add note”, que abrirá uma caixa de diálogo a direita Nessa mesma janela a direita, você pode clicar em “notes” e encontrar um sumário de todos os comentários que você fez ao texto, incluindo a página onde eles foram feitos. Outra vantagem do software como leitor é que ele permite abrir várias abas de texto num único programa, facilitando a navegação.

Mendeley IV

Ler e comentar no Mendeley

Voltando ao menu inicial, vamos explorar o programa como organizador de bibliografia. No canto superior esquerdo, temos a opção “search”, onde você pode pesquisar por campos (nome, sobrenome, revista e etc) ou por palavras. No menu inferior, você pode ordenar os seus textos por qualquer um dos campos escolhidos (data, autor, título e etc), o que facilita bastante a busca. Você também pode organizar seus arquivos em pastas (pode ser uma pasta temática, ou os textos de uma matéria). A função pasta pode tanto facilitar como complicar sua vida. O dilema das pastas do computador, porém, não se aplica ao Mendeley: por mais que você insira o texto em uma pasta, ele continuará aparecendo no campo “all documents”.

norma-brasileira-abnt-nbr-9050-envio-imediato_MLB-F-201243433_199Citações. O Mendeley possui uma boa integração com o Microsoft Word, que facilita bastante a vida na hora de fazer citações e gerar a bibliografia. Clique na opção “Tools” e, em seguida, escolha a opção “Install MS Word plug in”. Em seguida, basta abrir o word e clicar na seção “referências”. Você perceberá que apareceu uma nova opção “insert citation”, acompanhada ao ícone do Mendeley. Na opção “style” você pode entre diferentes estilos de citação. O software vem com algumas poucas opções de citação (muitas delas não utilizadas no Brasil), mas é possível adicionar inúmeras outras. Clique em “style”, em seguida em “more styles”, procure as normas da ABNT (por exemplo) em “get more styles” e adicione ao programa.

Mendeley V

Mendeley e Word

Caso você consiga fazer todas as citações através desse plug-in, no final será fácil gerar a bibliografia. Bastará clicar em "insert bibliography" e o Word irá selecionar todas as citações feitas e irá ordená-las em ordem alfabética (Ah háá!!). Caso você tenha usado outras citações (de livros impressos, por exemplo), insira a citação manualmente e utilize a função classificar (a-z) do Word. O software possui outros recursos que não vou explorar aqui. Espero ter apresentado uma visão didática sobre as principais funções. Para pós-graduandos, como nós, o Mendeley facilita bastante a consulta e a leitura dos textos. Para pesquisadores mais experientes, com centenas de artigos lidos, marcados e comentados, um software como o Mendeley é praticamente indispensável.

 

Saulo Maia Said
Historiador pela UnB
Mestre em Ciência Política pelo IESP-UERJ
Colaborou com o Metodologia Política
Quer colaborar também com o blog? Entre em contato conosco!

 


Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home/storage/4/6f/c7/pesquisamaconica/public_html/metodologiapolitica/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273